Skip to content

Comida se come na mesa

14/09/2010

Diferente do que esperado, todos em casa nunca me deixaram cozinhar. Sempre me falaram que eu tinha mais é que estudar e que mulher moderna e cosmopolita não cozinha, come fora ou no máximo paga alguém pra cozinhar. Mas acho que o tiro saiu pela culatra (como da pra perceber), desde que consegui ficar sozinha na cozinha já arrisco algumas coisas. Seja o tradicional brigadeiro de noites entediantes com filmes até mesmo pratos mais elaborados daquele dia que você sente que merece comer uma comida boa, sabe?

Aqui em casa a cozinha sempre foi o dobro da sala, coisa de mineiro eu acho, a cozinha era lugar de receber, de oferecer um ‘cafezim’ com um pão de queijo e por mais que isso pareça clichê aqui em casa não era, era realidade.  Era onde a gente sentava pra contar historia da família, pra esutar bronca de mãe e pra todo o resto.

E assim como no post anterior divido a opinião que conhecer as culturas é conhecer também seus hábitos a mesa. Há alguns anos atrás estive na Argentina, passei quatro dias por lá. Andando, conhecendo e comendo e pude constatar que nossos vizinhos, mesmo tão próximo tiveram grandes influencias espanholas e italianas. O habito do pão sempre a mesa como acompanhamento e também de suas maravilhosas empanadas – pasteizinhos assados que são recheados com carne, frango, presunto e etc – mostra isso.

Ao se falar de argentina é impossível não se lembrar das carnes assadas. Lá eu comi quase tudo assado e lembro que em um restaurante que visitei tinha até mesmo rins assados. Não achei muito apetitoso, mas quem sabe uma próxima vez, não é mesmo?

A noite argentina também é excelente e as cervejarias lá ja adotaram a algum tempo o litrão. Nos barzinhos de Palerno em que eu fui todos as cervejas eram servidas em ‘porrón’ e custava algo tipo 7  pesos, se nao me engano.

Enfim, a Argentina foi uma experiencia incrível e um tanto quanto enriquecedora. Alguém mais concorda que só de olhar essas fotos não dá vontade de pegar o avião e partir?

10 comentários leave one →
  1. Iury permalink
    14/09/2010 8:25 pm

    A carne assada, oooh carne assada!

  2. gugaisonfire permalink
    14/09/2010 10:30 pm

    um jarro desse de chopp é indescritível.

  3. 14/09/2010 11:43 pm

    stellaaa p**? tinha que ser quilmes , não?
    adorando as comidas! sério.. postem só depois do almoço..

    • 15/09/2010 11:05 am

      O porron é de quilmes, tay! JURO!
      Aaaaah, e esse era um bar em palermo que tinha 80 tipos de cerveja. E eu nunca tinha provado a Stella! Mirim neh!

  4. 15/09/2010 10:27 am

    Adorei a introdução. Agora quero ver receitas. O nosso anda tão paradinho… talvez o seu blog nos anime a postar mais.

    • 15/09/2010 11:56 am

      Isso Leo, essa semana trataremos de colocar receitinhas!
      E eu se fosse voces tratavam logo de postar algumas coisas e me convidar pra experimentar!🙂

  5. 15/09/2010 11:48 am

    Oi Maria Clara!
    Vim aqui conhecer o seu cantinho e retribuir a sua visita.
    Adorei os dois primeiros posts… vocês tem um jeitinho bem especial de escrever e isso é muito bom. Amei a foto do topo do blog, ficou lindona!
    Sucesso pra vocês e bem vindos a essa explosão de coisas boas que é a blogosfera!
    Beijos =)

  6. Manu permalink
    16/09/2010 4:29 pm

    Adorooooo qdo a galera resolve ficar especialistas em comidinhas… Isso implica novas receitas e na parte da experimentação e do apoio (digo: conversar fiado na cozinha e entreter o cozinheiro) eu sou ótima…hehehe
    Louca pra ver o blog bombar…..hehehe
    Boa sorte!!!!!!!
    Bjinhosss

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: